10.5.17

OS CAMINHOS DO DESTINO - PARTE XX


Como sempre que Matilde ouvia o carro do pai, saiu disparada para a porta, para o receber. Era notório que pai e filha se adoravam.
Beatriz ficou à porta vendo como eles se abraçavam. Depois César, iniciou a subida dos cinco degraus com a menina ao colo e o olhar fixo nela. Não era a primeira vez que a jovem notava o olhar intenso do homem fixo em si. 
Apressou-se a ir para a cozinha a fim de ir buscar a refeição. Era a primeira vez que o fazia, habitualmente era Berta quem o servia.
- Tomei a liberdade de confeccionar uma salada fria, já que hoje está muito calor. Espero que goste.
- Já almoçou?
- Almoço sempre com a Matilde. Crianças na idade dela precisam a aprender a comer novos alimentos, e o maior incentivo para experimentarem, é ver outras pessoas comendo. Se precisar de alguma coisa, estou na cozinha.
Saiu deixando a menina na sala com o pai. Meia hora mais tarde, voltou para a buscar. Estava na hora da sesta e o sono já se fazia sentir.
Reparou que o patrão comia com aparente gosto e sem saber porquê sentiu-se feliz.
Deitou a menina, e ficou no quarto contando-lhe uma estória até que ela adormeceu. Não esperava encontrar César na cozinha e surpreendeu-se.
- Já levantei a mesa. Vou tirar um café. Aceita um? – Disse ele.
- Sim. Obrigado.
Ele meteu a cápsula na máquina, tirou o café e perguntou:
-Com ou sem açúcar?
- Sem, por favor.
Pousou a chávena na mesa, e voltou-se para tirar outro café.
Com a mão a tremer, Beatriz pegou na chávena. Sentia-se intimidada. Sentia-se sempre assim perto dele. Sentia-se observada. E não conseguia decifrar o olhar masculino. Porque é que não se ia embora? Não tinha imenso trabalho na agência?
Ele acabou de beber o café e pousou a chávena no balcão. Por momentos pareceu que ia dizer qualquer coisa, mas avançou para a porta e disse simplesmente:
- Até logo!


16 comentários:

Roaquim Rosa disse...

bom dia
ainda não chegou o momento certo para a conversa que vai decidir muita coisa.
vamos aguardar !!!
JAFR

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história.

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Estou de acordo com o primeiro comentário.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

AvoGi disse...

Elvira...
Está quase....
Anseio por esse dia...
A reacção....ui, quero ver
Kis :=}

✿ chica disse...

Ele ainda não "destrancou",rs...Adorando ler! bjs, chica

Os olhares da Gracinha! disse...

Tudo se encaminha para um belo final! Bj

António Querido disse...

Passando, lendo, aguardando pelo final e,
Deixando o meu abraço.

Edumanes disse...

Beatriz, fica nervosa, com a presença de César, algo nele mexe com ela. Ela mulher bonita, nada de se deitar fora. Porque a vida é bela há que aproveitá-la antes que se separe da juventude!

Tenha uma boa tarde amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

Prata da casa disse...

O romance começa a aparecer.
Bjn
Márcia

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Boa tarde cara amiga!
Como está ficando cada vez melhor sua estória Elvira!
Curiosa, muito curiosa, beijinhos.

Vera Lúcia disse...


Olá Elvira,

Vim atualizar minha leitura.
Estou gostando demais da trama.
Parece-me que César já está se apaixonando por Beatriz.
A vida real também costuma tecer encontros assim, aparentemente inesperados.
Beatriz já se dá bem com a menina. Então, só falta ela se apaixonar ou descobrir-se apaixonada por César. O pior momento, com certeza, será quando os fatos do acidente vierem à tona.

Beijo.

Cantinho da Gaiata disse...

Estou a ficar contente, está quase na história, de que eu gosto.
Beijinho e boas férias.

Pedro Luso disse...

Olá Elvira.
Não estou acompanhando todos os capítulos desta história, li apenas este capítulo e achei muito bom. Tu tens uma maneira agradável de contar uma história. Parabéns.
Um abraço.
Pedro

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
O romance está cada vez mais próximo.
Outro episódio com "suspense".
Bjs
Ailime

Pedro Coimbra disse...

A timidez tarda em ser vencida.
Dos dois lados.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Esse até logo saiu contra a vontade dele, com certeza a vontade dele era outra.

Abraços,

Furtado